Autoras: Evelise Maria Labatut Portilho e Isabel Cristina Hierro Parolin

Em meio a inúmeras maneiras de viver e conviver que nos proporciona a sociedade atual temos tido de recriar as formas de aprender e de ensinar. Sair do papel de professor que professa um ensinamento para o ensinante, que provoca e media aprendizagens de diferentes matizes. No entanto, acreditamos que esse recriar deva acontecer com o olhar do encantamento. Por isso entendemos o espaço da aprendizagem e do ensino como um contexto de reencantamento, como sugere, também, Assmann1 em seu livro “Reencantar a educação”.

Este artigo fala da importância de conhecermos como aprendemos…

Para ler o artigo completo clique no link abaixo:

Ser para conhecer-se ensinante.

Boa leitura!!!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *