30 abr 2013
Abril 30, 2013

1º Encontro – 13.03

0 Comment

Olá, segue nossas discussões sobre o primeiro capitulo. Abraço. 

Conceitos de mente – A mente como a espaçonave Apollo, é projetada para resolver muitos problemas de engenharia, sendo, portanto, equipada com sistemas de alta tecnologia, cada qual arquitetado para superar seus respectivos obstáculos. A mente também é vista para resolver problemas.

Consciência – Capacidade de perceber que temos consciência de tudo. Na pg 32 ideia fundamental – A mente é o que o cérebro faz; especificamente, o cérebro processa informações, e pensar é um tipo de computação. A mente é organizada em módulos ou órgãos mentais, cada qual com um design especializado que faz desse módulo um perito em uma área de interação com o mundo.

Muitas pessoas agem como se fossem robôs. Segundo o autor a mente é um sistema primirozamente organizado; realiza proezas notáveis que nenhum engenheiro é capaz de duplicar. p 33.
Na pg34 ele conceitua mente como um conjunto de módulos, mas estes não são cubículos encapsulados ou fatias circunscritas da superfície do cérebro. Também discutiu-se o amor como fundamento social. Linha de programas para explicar as emoções.

Cérebro – Questão física e a mente – faz o ser humano ser consciente.

De acordo com wikipédia mente é:
Mente é o estado da consciência ou subconsciência que possibilita a expressão da natureza humana. ‘Mente’ é um conceito bastante utilizado para descrever as funções superiores do cérebro humano relacionadas a cognição e comportamento. Particularmente aquelas funções as quais fazem os seres humanos conscientes], tais como a interpretação, os desejos, o temperamento, a imaginação, a linguagem, os sentidos, embora estejam vinculadas as qualidades mais inconsciente como o pensamento, a razão, a memória, a intuição, a inteligência, o arquétipo, o sonho, o sentimento, ego e superego. Por isso, o termo também descreve a personalidade e costuma designar capacidades humanas, ou mesmo, empregado para designar capacidades de seres sobrenaturais, como na expressão “A mente de Deus”.
Etimologicamente, o termo vem do latim mèntem, que tem o significado de pensar, conhecer, entender, e significa também medir, visto que alguém que pensa não faz outro que medir, ponderar as ideias. Os gregos utilizavam o termo nous para indicar a mente, a razão, o pensamento, a intuição.

O cérebro recebe funções separadas e a mente é a mistura de tudo. Sistema inteligente – faça menos, mas faça profundamente Um ser inteligente precisa deduzir as implicações do que ele sabe, mas apenas as implicações relevante. Pg25.

“Um homem comum maravilha-se com coisas incomuns: um sábio maravilha-se com o corriqueiro”. p. 23.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *