• A metacognição sugere que você entre em contato com o conhecer do seu conhecer.
  • Ao olharmos para nós mesmos como aprendizes, temos a oportunidade de rever e ressignificar nossas representações, nossos conhecimentos, nossas ações.
  • Ao aprender a aprender tenho a chance de perceber minhas dificuldades e facilidades atuais e a oportunidade de avançar em direção a novas e melhores conquistas.
  • A metacognição propõe o olhar em direção aos processos cognitivos, isto é, a como aprendemos o que aprendemos.
  • A árvore pode ser comparada a um cérebro quando observamos a rede de conexões complexas que o compõe e que estão ligadas a uma pessoa que pensa, sente age e interage.

O objetivo do estudo é entender o que se encontra implícito na dinâmica e na temática do ambiente educativo, mais especificamente da sala de aula. Buscou-se observar as estratégias utilizadas pela professora, a conduta dos alunos diante dessas estratégias e a identificação do estilo de ensinar. A tendência tradicional, presente nas estratégias e no estilo.. read more →

Este artigo apresenta o estudo realizado pelo grupo de pesquisa “Psicopedagogia: Aprendizagem/Ensino”, da PUCPR, intitulado “O aprendente do seu aprender e do aprender do outro”. São estudadas cinco diferentes estratégias de aprendizagem: personalização, memorização, atenção, processamento da informação e metacognição. Foi construído um protocolo de observação da criança, preenchido a partir dos testes elaborados pelo.. read more →

Este artículo surgió de la reflexión sobre la reflexión. A despecho de la aparente redundancia, la reflexión implica una perspectiva metacognitiva. No en tanto, en el contexto de esta problemática, encontramos la cuestión fundante: ¿cual el sentido, la finalidad y el significado de la reflexión? read more →

O artigo objetiva destacar a importância do “conhecer do próprio conhecer” na prática educativa, isto é, a relação que se estabelece entre aquele que aprende e aquele que ensina. Ao tomar consciência e adquirir controle sobre sua aprendizagem, acreditase que o aluno possa chegar a melhores e mais significativos resultados em seu trabalho acadêmico. E.. read more →

O objetivo deste artigo é apresentar as categorias metacognitivas presentes na maneira de cada criança planejar, supervisionar e avaliar suas tarefas escolares, bem como relacioná-las à prática pedagógica. A pesquisa de abordagem qualitativa consistiu na análise das respostas de 396 crianças da 1ª série do Ensino Fundamental de uma Rede Municipal de Ensino do Estado.. read more →

Este artigo apresenta algumas considerações sobre o significado de ser um bom aprendiz e a maneira de estimular o cultivo de uma boa aprendizagem durante a vida. Inicialmente foi realizada uma revisão do conceito de aprendizagem, destacando-a como um processo essencialmente humano construído ao longo de toda a vida, que só pode ser entendida a.. read more →

O artigo relata uma experiência concreta de oficina realizada com professores e psicopedagogos que foi elaborada em três momentos: o espaço da conceituação – no qual foram apresentados alguns conceitos-chaves para o estudo e trabalho com a metacognição; o espaço da vivência – no qual o grupo, primeiramente dividido em duplas e posteriormente em conjunto,.. read more →

Para que os alunos desenvolvam a consciência metacognitiva é necessário que os professores sejam, além de ensinantes, também aprendentes e, conseqüentemente, transformem o ensino a partir de exigências diferentes com relação à aprendizagem a que estivemos acostumados por muito tempo. read more →

O artigo apresenta a elaboração do Inventário Portilho/Beltrami de Estilos de Aprendizagem, para crianças de 3 a 12 anos. O instrumento apresenta 12 situações de aprendizagem, referentes a quatro estilos: ativo, reflexivo, teórico e pragmático. O desenvolvimento do instrumento foi baseado na teoria de Alonso (1994) sobre Estilos de Aprendizagem. As situações de aprendizagem contêm.. read more →