O artigo objetiva destacar a importância do “conhecer do próprio conhecer” na prática educativa, isto é, a relação que se estabelece entre aquele que aprende e aquele que ensina. Ao tomar consciência e adquirir controle sobre sua aprendizagem, acreditase que o aluno possa chegar a melhores e mais significativos resultados em seu trabalho acadêmico. E o professor, utilizando-se do ensino estratégico, ao conhecer a dinâmica das estratégias metacognitivas no contexto da atividade pedagógica, poderá eleger, com mais cuidado e responsabilidade ética, os conteúdos a serem trabalhados, observar os conhecimentos prévios, assim como variar seu estilo de ensinar conforme os estilos diferentes de aprendizagem de seus alunos.

As estratégias metacognitivas de quem aprende e de quem ensina

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *